Dimensões da Realidade

Curiosidade diante desse tema? Como anda seus questionamentos pessoais, espirituais ou religiosos? Se o tema não lhe interessa, tudo bem! Não precisa ler o resto, uma pena. Será que você não anda “engarrafando-se”, acolhendo limitações, por simples comodismo? Agora, se você é inspirado pela curiosidade, sente sabor pelo conhecimento, desafios, mistérios transcendentes, evolução, com certeza esse tema é bem interessante.

Gustavo Tanaka (pesquise na internet) é um questionador da realidade, trouxe um artigo sobre a sua visão diante das dimensões, ele argumenta: “o mundo está mudando, estamos passando de um planeta de terceira dimensão (3D) para quinta dimensão (5D)”. Com base em seu artigo, este texto pode lhe ajudar a entender melhor sobre “dimensões da realidade”.

Não é simples compreender isso, para muitos é algo completamente novo. E tudo indica que nós participamos de um processo evolutivo! Concordar com isso torna mais fácil aceitar a existência de outras dimensões, que a vida não é simplesmente isso que acontece entre o seu nascimento e a sua morte: isso é apenas uma etapa de um movimento contínuo e infinito.

Uma folha de papel está a sua frente, com uma caneta faça um ponto nesta folha. A primeira dimensão (1D) é este ponto. Uma realidade fixa, não existe movimento! A segunda dimensão (2D) é a evolução deste único ponto para um outro ponto; desenhe você um outro ponto, depois ligue-os… Agora, nesta planície (folha de papel = planolândia), você pode movimentar-se para os lados! Você pode desenhar outras linhas e curvas, outras formas, para todos os lados… Mas você ainda viverá na limitada terra da planolândia (2D).

A terceira dimensão (3D) é um salto interpretativo, uma mudança de percepção e sensibilidade, da limitada planolândia passa-se para um campo de formas mais elaboradas, aperfeiçoadas, que está além do universo plano/folha de papel. O exemplo ideal torna-se uma impressora tridimensional, a impressora “3D”. Você abdicando, desistindo da planolândia; adquiriu uma consciência mais elaborada, sensível, melhor!

Estamos vivendo na 3D agora. Aqui as criações são melhores, mais elaboradas, digamos mais completas, podem possuir corpos complexos. Exemplo: o triângulo desenhado no papel (planolândia) é 2D; já a pirâmide é 3D; vale para o círculo/esfera; o quadrado/cubo etc.

A 2D e a 3D precisam de espaço e tempo para acontecerem, se manifestarem, as reconhecemos facilmente no dia a dia. O tempo é o fator que permite a existência de ambas, pela materialização. É necessário tempo para dar vida ao que ainda “não existe”, ou está em pensamentos, outras dimensões… Exemplos 3D: tempo de viagem da cidade X para a cidade Y; tempo para a criação de um texto (como este); tempo de construção de uma casa, do embrião ao ser humano, da semente a árvore etc.

Na 3D a noção de tempo é assim, mais forte, as coisas demoram mais para tomar forma. Um bebê leva tempo para nascer, uma árvore leva tempo para dar frutos, uma flor leva tempo para abrir. Os exemplos são inúmeros, tudo na 3D precisa de tempo de maturação.

Agora remova o tempo, você conhecerá a quarta dimensão (4D)! A quarta e quinta dimensão (5D), atuam juntas, como se supõe a 2D e 3D… A 4D serve como uma ponte para a 5D. É desafiante compreender essa lógica, assim como foi desafiante elaborar a impressora 3D para quem se fixava na planolândia (2D). Na 4D você NÃO leva tempo algum para se mover de um lugar a outro, o que você pensa acontece! São as descobertas científicas, através de experimentos quânticos, que atestam a existência da 4D e 5D. Indicando ser bem possível existir um campo unificado, espiritual, um oceano 4D, em que 3D (você) flutue nele!

Na  5D o espaço também desaparece! Atenção: quando você remove o espaço, você acaba com a separação de tudo que você percebe pelos cinco sentidos, entre as formas e as coisas! Tudo se funde, unindo-se! Revela-se uma unidade de diversidades, onde todas as coisas estão conectadas! A separação transforma-se em ilusão da matéria, causada pela limitada 3D. Então se torna absurdo dividir/separar pessoas por dogmas e doutrinas; loucura achar que a plena felicidade existirá diante de tantos acomodados, insensíveis, confusos e infelizes. A meditação até permite você avançar e perceber isso de maneira natural.

Algumas pessoas já sentem que somos uma unidade na diversidade: isso tem lógica! Você é parte de tudo, apesar da ilusória separação na realidade 3D. Pelo ponto de vista de uma consciência superior, estamos todos conectados; nos leva a repensar a morte, a forma como nos relacionamos com os demais… O egocentrismo perde a força! O amor faz sentido. Sua mão direita não quer o mal da mão esquerda, são partes do mesmo corpo, apesar de estarem “separadas”.

Este texto traz uma introdução ao tema, mostra que a evolução de consciência pede outras dimensões participando, mudanças de paradigma, até convites por mudanças nas estruturas sociais e instituições. Com sensibilidade você pode aceitar que tudo isso faz realmente sentido, e que já existe essa transição acontecendo, somos parte essencial desse processo. Afinal, onde termina uma realidade e começa outra? Tente encontrar a resposta em você.

*Dois Filmes/Documentários sugeridos:
Quem Somos Nós?! (Há o livro também), e Todos Somos Um.
Consultório Psicoterapia
Resp. Alexandre Arrenius Elias
Whats (12) 9.8126-9555
Caraguatatuba – SP

 

 

Alexandre Arrenius

Psicoterapeuta - Escritor - Consultor. Atendimento Litoral Norte Paulista Caraguatatuba - SP (Whats: 12-9.8126-9555 Livros Publicados: "Quando a Espiritualidade Reencontra a Realidade" e "CONSCIÊNCIA, SEU PRÓXIMO DESAFIO".